A importância do processo de Individuação

Não existe nada mais importante nessa vida para um ser humano do que caminhar pelo seu processo de individuação. Definitivamente, o inconsciente não é apenas um repositório de conteúdos reprimidos, como definiu Freud.

O Processo de individuação é para o ser humano fundamental se ele quiser continuar existindo sem seus sofrimentos internos que lhe fazem atrair mais outros sofrimentos. Em síntese, a individuação leva cada um a uma aventura na descoberta sobre si mesmo. Ou o encontro de cada indivíduo com seu Deus interior, o que Jung chamou de self. Este Self, que é a imagem e semelhança do Deus acima de nós. Portanto, não caminhar pelo seu processo de individuação, é fugir do seu próprio caminho para a libertação de seus sofrimentos internos, e de seu próprio autoconhecimento, sua espiritualidade, e também é um estímulo para o que há de mais belo no universo, a sincronicidade.

As religiões tentam conduzir o ser humano por este caminho de encontro com Deus, porém, muitas delas, separam o homem de seu Deus interior. E não existe Deus fora sem a percepção deste Deus dentro de si mesmo. Existe sim uma “forçada de barra” ou barro, existe uma tentativa de criar uma verdade de fora para dentro, quando na verdade, só existe o dentro para fora.

Por isso, se alguém que não seja tão religioso assim, que queira buscar a verdade por si só, procure seu próprio caminho, procure sua individuação, ou conhecer a si mesmo.

Anúncios