Einstein, Eros e Psique

A Teoria da relatividade de Einstein sintetiza-se na equação E=mc², em nível espiritual e psíquico,  poderíamos ter o  amor, a energia da luz.  Quanto maior energia, mais amor no espaço, ou seja,  maior a consciência, no tempo. A massa  é o ego, o peso. A expansão de consciência nos leva a uma “calibragem” dos sentidos.  A luz, a verdade.  Portanto na equação da relatividade o amor é a energia, a massa, o ego, e c ² que é a velocidade,  o grau ou a vibração da psique, da alma. Quanto preso as coisas do ego, mais se aumenta a massa, o peso, que atrai o carma de cada um e torna a velocidade lenta, quanto mais o amor, mais amor no tempo, energia sobre os padrões, gerando a sincronicidade,   criando a velocidade que segue a intuição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s